Áreas de Trânsito Calmo


 

Conceito

• Reduzir mortes e acidentes no trânsito;

• Política pública de promoção do convívio urbano e segurança viária dos mais vulneráveis – pedestres e ciclistas;

• Humanização do espaço urbano;

• Focada no protagonismo do pedestre e modos sustentáveis;

• Objetivo de promover a urbanidade e uso dos espaços públicos;

• Aumenta a percepção de segurança;

• Estimula a convivência cidadã.

 

Benefícios das Áreas de Trânsito Calmo

- Mais conforto e segurança para os pedestres;

- Melhoria nas condições de deslocamento para pessoas com mobilidade reduzida;

- Velocidade máxima de 30km/h;

- Maior visibilidade dos condutores e pedestres nas interseções;

- Melhoria da qualidade de vida e estímulo à vida urbana e aos serviços do entorno;

- Melhoria da convivência no trânsito;

- Aumento do espaço para caminhadas, ciclismo e lazer;

- Redução da poluição sonora e do ar.

 

Áreas de Trânsito Calmo existentes

a) Área de Trânsito Calmo do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS) – Regional IV

A segunda Área de Trânsito Calmo de Fortaleza, implantada no entorno do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), localizado no bairro Vila União (Regional IV), tem como foco principal promover a segurança de pedestres e pessoas com mobilidade reduzida. O novo projeto, que compreende uma área de 174.000m², contempla as vias envolvidas com dispositivos específicos, como travessias elevadas para pedestres, prolongamentos de calçadas e sinalização especial indicando limite de velocidade, além de lombadas físicas, aumento de pontos com faixas de pedestres e rampas de acessibilidade universal.

A iniciativa, coordenada pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), também faz parte do pacote de atividades do Programa de Apoio aos Pedestres, desenvolvido em parceria com a Iniciativa Bloomberg Philanthropies em Fortaleza, com o apoio do WRI Brasil e da Global Designing Cities Initiative (NACTO-GDCI). As medidas visam proporcionar mais segurança e conforto para pedestres no entorno do Hospital Albert Sabin, muitos deles com alguma deficiência permanente ou temporária.

Para isso, foram implantadas três travessias elevadas para pedestres no mesmo nível das calçadas, sendo uma na Rua Tertuliano Sales (entrada do Hospital) e outras duas na Rua Abelardo Marinho (em frente à Escola Municipal Papa João XXIII), que também recebeu um novo abrigo de ponto de ônibus. Aquele entorno também foi contemplado com três lombadas físicas, distribuídas nas ruas Abelardo Marinho, Tertuliano Sales e Francisco Lorda. Também foram implantados naquela área 27 prolongamentos de calçadas com cerca de 10 metros de extensão cada e com rampa de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida.

Com as intervenções, o espaço de circulação dos pedestres teve um incremento de aproximadamente 80% na Rua Tertuliano Sales, onde há uma grande movimentação de pacientes, em especial crianças que frequentam o Hospital Albert Sabin. Além disso, o limite de velocidade nas ruas Tertuliano Sales e Abelardo Marinho foi regulamentado a 30km/h e, na Rua Francisco Lorda, a regulamentação é de 40km/h.

De acordo com estudo da WRI Brasil, para cada metro de prolongamento de calçada construído nas travessias, existe uma redução de 6% na probabilidade de ocorrência de acidentes de trânsito fatais com pedestres. Com os prolongamentos de calçada de 7m nas travessias da Rua Tertuliano Sales, por exemplo, há um potencial de redução de 42% na ocorrência de acidentes. Por isso, a principal motivação do prolongamento de calçada e das faixas elevadas é a redução de acidentes com pedestres. As intervenções do projeto estão de acordo com a resolução 495/2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Adicionalmente ao projeto, em breve, também será instalado um toldo na Rua da Esperança para conectar o Hospital Infantil Albert Sabin à Associação Peter Pan, dando mais conforto no deslocamento de pacientes entre os hospitais.

Infraestrutura Implantada

* 27 prolongamentos de calçadas distribuídos na área, sendo 12 no cruzamento da Rua Francisco Lorda com as ruas Moreira Gomes, Edgar Pinho Filho, Tertuliano Sales e Jorge Acúrcio; e 15 no cruzamento da Rua Abelardo Marinho com as ruas Jorge Acúrcio, Tertuliano Sales, Esperança, Edgar Pinho Filho e João Araripe.

* Três novas lombadas físicas

Rua Abelardo Marinho – em frente ao nº 185;

Rua Tertuliano Sales – em frente ao nº 507;

Rua Francisco Lorda – Praça Parreão 2.

* Três travessias elevadas para pedestres

Rua Tertuliano Sales – entrada do Hospital;

Rua Abelardo Marinho – em frente à Escola Municipal Papa João XXIII (conecta a escola à praça)

Rua Abelardo Marinho – em frente à Escola Municipal Papa João XXIII (conecta a praça ao estacionamento)

* Um novo abrigo de ponto de ônibus

Rua Abelardo Marinho, ao lado do no 273

 

b) Área de Trânsito Calmo no Bairro Rodolfo Teófilo – Regional III

A primeira Área de Trânsito Calmo de Fortaleza, localizada no bairro Rodolfo Teófilo (Regional III), recebeu medidas de desenho urbano que oferecem mais espaço para os pedestres e pessoas com mobilidade reduzida em busca de uma maior segurança no trânsito. Com o novo projeto, inaugurado no dia 11 de junho de 2016, a área possui sinalização especial e está contemplada com três travessias elevadas para pedestres, 14 prolongamentos de calçadas e um painel eletrônico educativo.

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), como parte do Programa de Apoio aos Pedestres, o objetivo principal do projeto, implantado em caráter de piloto, é proteger e proporcionar mais conforto e segurança aos pedestres e pessoas com mobilidade reduzida, por meio da redução do limite de velocidade para 30km/h. A medida visa diminuir a quantidade e severidade dos acidentes de trânsito naquela região, identificada como um grande polo de atração de serviços de saúde, universidades e comércio. A ação também faz parte do pacote de atividades desenvolvidas em parceria com a Iniciativa Bloomberg Philanthropies na cidade.

Área contemplada – As três travessias elevadas para pedestres da Área de Trânsito Calmo foram implantadas no mesmo nível das calçadas e ficam em três vias do bairro Rodolfo Teófilo, sendo as ruas Papi Júnior, em frente ao Instituto do Câncer do Ceará (ICC); Alexandre Baraúna, em frente à Biblioteca da UFC; e Capitão Francisco Pedro, na esquina com a Rua Alexandre Baraúna, próximo ao Hospital Universitário Walter Cantídio. As novas estruturas são similares às quatro travessias elevadas para pedestres próximas a escolas no bairro Messejana (Regional VI), implantadas em outubro de 2015.

Já os 14 prolongamentos de calçadas estão localizados na Rua Alexandre Baraúna, distribuídos nos cruzamentos com as ruas Capitão Francisco Pedro, Monsenhor Furtado, Coronel Nunes de Melo e Papi Júnior. Essas esquinas estão contempladas com unidades de prolongamento com cerca de 5 metros de extensão cada e contam com rampa de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida.

As intervenções atendem a uma resolução de 2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e estão dentro do escopo do projeto do Binário Rodolfo Teófilo, envolvendo as ruas Professor Costa Mendes e Gustavo Braga, que foi inaugurado em setembro de 2015.

O Programa de Apoio aos Pedestres é uma das atividades da Iniciativa Bloomberg Philanthropies em Fortaleza, em conjunto com as ações do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT). O Programa objetiva priorizar o deslocamento dos pedestres, de modo a proporcionar mais segurança e conforto e, consequentemente, reduzir a quantidade e severidade dos acidentes de trânsito.

Áreas de Trânsito Calmo

 

Conceito

• Reduzir mortes e acidentes no trânsito;

• Política pública de promoção do convívio urbano e segurança viária dos mais vulneráveis – pedestres e ciclistas;

• Humanização do espaço urbano;

• Focada no protagonismo do pedestre e modos sustentáveis;

• Objetivo de promover a urbanidade e uso dos espaços públicos;

• Aumenta a percepção de segurança;

• Estimula a convivência cidadã.

 

Benefícios das Áreas de Trânsito Calmo

- Mais conforto e segurança para os pedestres;

- Melhoria nas condições de deslocamento para pessoas com mobilidade reduzida;

- Velocidade máxima de 30km/h;

- Maior visibilidade dos condutores e pedestres nas interseções;

- Melhoria da qualidade de vida e estímulo à vida urbana e aos serviços do entorno;

- Melhoria da convivência no trânsito;

- Aumento do espaço para caminhadas, ciclismo e lazer;

- Redução da poluição sonora e do ar.

 

Áreas de Trânsito Calmo existentes

a) Área de Trânsito Calmo do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS) – Regional IV

A segunda Área de Trânsito Calmo de Fortaleza, implantada no entorno do Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), localizado no bairro Vila União (Regional IV), tem como foco principal promover a segurança de pedestres e pessoas com mobilidade reduzida. O novo projeto, que compreende uma área de 174.000m², contempla as vias envolvidas com dispositivos específicos, como travessias elevadas para pedestres, prolongamentos de calçadas e sinalização especial indicando limite de velocidade, além de lombadas físicas, aumento de pontos com faixas de pedestres e rampas de acessibilidade universal.

A iniciativa, coordenada pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), também faz parte do pacote de atividades do Programa de Apoio aos Pedestres, desenvolvido em parceria com a Iniciativa Bloomberg Philanthropies em Fortaleza, com o apoio do WRI Brasil e da Global Designing Cities Initiative (NACTO-GDCI). As medidas visam proporcionar mais segurança e conforto para pedestres no entorno do Hospital Albert Sabin, muitos deles com alguma deficiência permanente ou temporária.

Para isso, foram implantadas três travessias elevadas para pedestres no mesmo nível das calçadas, sendo uma na Rua Tertuliano Sales (entrada do Hospital) e outras duas na Rua Abelardo Marinho (em frente à Escola Municipal Papa João XXIII), que também recebeu um novo abrigo de ponto de ônibus. Aquele entorno também foi contemplado com três lombadas físicas, distribuídas nas ruas Abelardo Marinho, Tertuliano Sales e Francisco Lorda. Também foram implantados naquela área 27 prolongamentos de calçadas com cerca de 10 metros de extensão cada e com rampa de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida.

Com as intervenções, o espaço de circulação dos pedestres teve um incremento de aproximadamente 80% na Rua Tertuliano Sales, onde há uma grande movimentação de pacientes, em especial crianças que frequentam o Hospital Albert Sabin. Além disso, o limite de velocidade nas ruas Tertuliano Sales e Abelardo Marinho foi regulamentado a 30km/h e, na Rua Francisco Lorda, a regulamentação é de 40km/h.

De acordo com estudo da WRI Brasil, para cada metro de prolongamento de calçada construído nas travessias, existe uma redução de 6% na probabilidade de ocorrência de acidentes de trânsito fatais com pedestres. Com os prolongamentos de calçada de 7m nas travessias da Rua Tertuliano Sales, por exemplo, há um potencial de redução de 42% na ocorrência de acidentes. Por isso, a principal motivação do prolongamento de calçada e das faixas elevadas é a redução de acidentes com pedestres. As intervenções do projeto estão de acordo com a resolução 495/2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Adicionalmente ao projeto, em breve, também será instalado um toldo na Rua da Esperança para conectar o Hospital Infantil Albert Sabin à Associação Peter Pan, dando mais conforto no deslocamento de pacientes entre os hospitais.

Infraestrutura Implantada

* 27 prolongamentos de calçadas distribuídos na área, sendo 12 no cruzamento da Rua Francisco Lorda com as ruas Moreira Gomes, Edgar Pinho Filho, Tertuliano Sales e Jorge Acúrcio; e 15 no cruzamento da Rua Abelardo Marinho com as ruas Jorge Acúrcio, Tertuliano Sales, Esperança, Edgar Pinho Filho e João Araripe.

* Três novas lombadas físicas

Rua Abelardo Marinho – em frente ao nº 185;

Rua Tertuliano Sales – em frente ao nº 507;

Rua Francisco Lorda – Praça Parreão 2.

* Três travessias elevadas para pedestres

Rua Tertuliano Sales – entrada do Hospital;

Rua Abelardo Marinho – em frente à Escola Municipal Papa João XXIII (conecta a escola à praça)

Rua Abelardo Marinho – em frente à Escola Municipal Papa João XXIII (conecta a praça ao estacionamento)

* Um novo abrigo de ponto de ônibus

Rua Abelardo Marinho, ao lado do no 273

 

b) Área de Trânsito Calmo no Bairro Rodolfo Teófilo – Regional III

A primeira Área de Trânsito Calmo de Fortaleza, localizada no bairro Rodolfo Teófilo (Regional III), recebeu medidas de desenho urbano que oferecem mais espaço para os pedestres e pessoas com mobilidade reduzida em busca de uma maior segurança no trânsito. Com o novo projeto, inaugurado no dia 11 de junho de 2016, a área possui sinalização especial e está contemplada com três travessias elevadas para pedestres, 14 prolongamentos de calçadas e um painel eletrônico educativo.

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), como parte do Programa de Apoio aos Pedestres, o objetivo principal do projeto, implantado em caráter de piloto, é proteger e proporcionar mais conforto e segurança aos pedestres e pessoas com mobilidade reduzida, por meio da redução do limite de velocidade para 30km/h. A medida visa diminuir a quantidade e severidade dos acidentes de trânsito naquela região, identificada como um grande polo de atração de serviços de saúde, universidades e comércio. A ação também faz parte do pacote de atividades desenvolvidas em parceria com a Iniciativa Bloomberg Philanthropies na cidade.

Área contemplada – As três travessias elevadas para pedestres da Área de Trânsito Calmo foram implantadas no mesmo nível das calçadas e ficam em três vias do bairro Rodolfo Teófilo, sendo as ruas Papi Júnior, em frente ao Instituto do Câncer do Ceará (ICC); Alexandre Baraúna, em frente à Biblioteca da UFC; e Capitão Francisco Pedro, na esquina com a Rua Alexandre Baraúna, próximo ao Hospital Universitário Walter Cantídio. As novas estruturas são similares às quatro travessias elevadas para pedestres próximas a escolas no bairro Messejana (Regional VI), implantadas em outubro de 2015.

Já os 14 prolongamentos de calçadas estão localizados na Rua Alexandre Baraúna, distribuídos nos cruzamentos com as ruas Capitão Francisco Pedro, Monsenhor Furtado, Coronel Nunes de Melo e Papi Júnior. Essas esquinas estão contempladas com unidades de prolongamento com cerca de 5 metros de extensão cada e contam com rampa de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida.

As intervenções atendem a uma resolução de 2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e estão dentro do escopo do projeto do Binário Rodolfo Teófilo, envolvendo as ruas Professor Costa Mendes e Gustavo Braga, que foi inaugurado em setembro de 2015.

O Programa de Apoio aos Pedestres é uma das atividades da Iniciativa Bloomberg Philanthropies em Fortaleza, em conjunto com as ações do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT). O Programa objetiva priorizar o deslocamento dos pedestres, de modo a proporcionar mais segurança e conforto e, consequentemente, reduzir a quantidade e severidade dos acidentes de trânsito.