Fiscalização Eletrônica


A fiscalização eletrônica está cada vez mais presente no cenário das grandes cidades com a finalidade de ajudar os órgãos de trânsito no cumprimento das normas de circulação, através da aplicação de tecnologia moderna de informática. Atualmente, 333 pontos da cidade são monitorados por esses equipamentos, que tornam o trânsito mais seguro ao inibir o comportamento inseguro nas vias.

Os equipamentos instalados junto aos semáforos fiscalizam avanço de sinal vermelho, parada sobre a faixa de pedestres e excesso de velocidade. Já os equipamentos situados no meio-de-quadra captam o desrespeito à velocidade máxima permitida na via. Todos estes podem registrar desrespeito a restrições de circulação em horários ou locais definidos, como nos casos de faixas exclusivas e restrições de circulação de caminhões pesados, por exemplo.

Funcionamento e processamento

Independente do tipo, os aparelhos funcionam por meio de sensores instalados na pista que detectam a passagem dos veículos e acionam as câmeras quando identificada a ocorrência de infrações.

Após registradas, cada imagem e dados das infrações são avaliadas individualmente por um grupo de agentes de trânsito especializados que lavram ou não a autuação em função da qualidade da imagem, da situação observada e dos dados apresentados pelos equipamentos.

Critérios de implantação

Cada ponto de instalação dos equipamentos é definido pelo Departamento de Engenharia de Trânsito (Dieng), considerando-se as características locais de volume de tráfego de veículos e pedestres, número de acidentes, velocidade média veicular, condições especiais de perigo, trânsito de pedestres, geometria das vias, dentre outras.

Transmissão de vídeo

Como todo produto informatizado, a evolução da tecnologia tem provido melhorias de desempenho, seja em velocidade e capacidade de processamento ou mesmo na qualidade dos sensores de imageamento. Exemplo disso é que os existentes em Fortaleza possuem recursos adicionais que ajudarão no gerenciamento do tráfego, dentre os quais se destaca a transmissão de vídeos online.

Todos os equipamentos transmitem vídeo em tempo real para o Controle de Tráfego em Área de Fortaleza (CTAFOR) permitindo que a central identifique pontos de ocorrência de incidentes que afetem a fluidez e a segurança do trânsito e acione as medidas necessárias para a solução dos problemas detectados.

Além disso, com a inclusão do vídeo nesses equipamentos, as infrações de avanço do sinal vermelho, parada sobre a faixa de pedestres, conversão e retorno proibidos serão também capturadas em vídeo a fim de evitar conflitos de interpretação nos casos em que, por exemplo, o condutor do veículo parou sobre a faixa de pedestre para dar passagem a um veículo de resgate, ambulância ou viatura policial. Dessa forma, é um importante mecanismo que permitirá uma melhor observação quanto ao comportamento de motoristas em situações como as citadas e, se justificável, desconsiderar o registro do equipamento de fiscalização.